Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Resultados da utilização de novo sistema de submissão e análise de projetos na Uergs são apresentados no Canadá

Publicação:

Israel Cefrin em apresentação de sua pesquisa.
Israel Cefrin desenvolve sua pesquisa de doutorado na Uergs. - Foto: Gwendal Henry (Érudit)

Os resultados obtidos após a adoção de um novo sistema de submissão e análise de projetos de Pesquisa na Uergs foram apresentados durante a VI PKP International Scholarly Publishing Conference, no Canadá,, em agosto. O trabalho intitulado “Brazilian university uses Open Journal Systems for submission and assessment process of research projects (Universidade brasileira utiliza OJS para receber e avaliar projetos de pesquisa)” foi apresentado por Israel Cefrin, doutorando em Desing e Tecnologia da Ufrgs que desenvolve sua pesquisa de doutorado na Uergs.

O OJS, conhecido como SEER no Brasil, passou a ser adotado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Uergs em 2016, quando já era utilizado para a Revista Eletrônica Científica da Universidade. Em seguida, a Pró-Reitoria de Extensão passou a fazer uso desse recurso.

De acordo com a coordenadora de Pesquisa da Uergs, Erli Costa, o SEER facilita o fluxo de comunicação entre a coordenação de Pesquisa e os avaliadores externos. Consequentemente, também torna mais ágil o envio de pareceres para os autores e coordenadores dos projetos submetidos para os editais internos da Universidade.

O trabalho foi desenvolvido com co-autoria do pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Uergs, Clódis Andrades Filho, e da coordenadora de Pesquisa.

Confira o resumo do trabalho:

A necessidade de lidar com todo o processo de avaliação de projetos de pesquisa de forma a atender prazos e requisitos de editais de fomento à Ciência é inerente a Instituições de Ensino Superior. Em relação a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), este processo ocorria   por meio de documentos impressos e arquivos em CD. Há 3 anos, com nova Coordenação de Pesquisa, o processo passou a ser realizado por e-mail, e a partir de 2016 a Coordenação sugeriu o uso do OJS como forma de otimizar os processos que continuavam limitados em relação ao gerenciamento por e-mail. O OJS (Seer no Brasil) já era utilizado, concomitantemente, para a Revista Eletrônica Científica da UERGS, e passou a ser utilizado, de forma criativa e inovadora, para todo o processo de gerenciamento e arquivamento dos projetos de Pesquisa submetidos para a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. O processo adaptou o uso específico para revistas científicas de forma a utilizar para receber, revisar, enviar para avaliadores, informar autores sobre a decisão de forma a otimizar o tempo utilizado para todo o processo e ampliar a rede de revisores dos projetos.  Após a implementação deste recurso pela ProPPG outras pró-reitorias da Uergs passaram a usar o sistema para aprimorar seus processos internos, entre elas a Pró-Reitoria de Extensão. A utilização do sistema conferiu agilidade, transparência e legitimidade a todo o processo de submissão de projetos de pesquisa pelos docentes da instituição e, até mesmo, a perenidade necessária dentro do âmbito público.

Apresentação:

UERGS uses OJSfor submission and assessment process of research projects slideshare (1) (.pdf 855,69 KBytes)

Sobre o evento

A Public Knowledge Project(PKP)[1]  realizou a VI PKP International Scholarly Publishing Conference será realizada em Montreal, Quebec, nos dias 2, 3 e 4 de agosto de 2017. A conferência foi co-organizada pela Érudit[2] e ocorrerá No Pavillon de la Faculté de Instalação da Universidade de Montreal . 

O tema deste ano foi " Reivindicação do Conhecimento: Voz, Direitos, Propriedade ".

A conferência abordou questões de voz, propriedade e controle da comunidade em relação à publicação em acesso aberto, criação e compartilhamento de conhecimento global, recursos educacionais abertos, direitos civis, estudiosos como editores e tecnologias de código aberto. Foi explorado o poder das abordagens baseadas na comunidade e críticas sobre a omnipresença dos modelos de publicação comercial (incluindo APCs para financiamento do acesso aberto), sistemas e softwares proprietários de terceiros, a concentração corporativa dos serviços de publicação acadêmica e a efemeridade geral da Web na esfera acadêmica.

00:00:00/00:00:00

Universidade brasileira utiliza OJS para receber e avaliar projetos de pesquisa

Universidade brasileira utiliza OJS para receber e avaliar projetos de pesquisa Crédito: PublicKnowledgeProject

 

UERGS - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul